Imprensa

Concessionária treina colaboradores para uso das caixas de contenção na SP-255

13 de maio de 2022

Dispositivos visam reter produtos químicos em casos de acidente próximo a cursos hídricos, como nos córregos que abastecem a cidade de Jahu

Ribeirão Preto, 13 de maio – Na tarde da quarta-feira (11), as equipes de Operações e Conserva da concessionária Arteris ViaPaulista participam de um treinamento para uso das caixas de contenção implantadas nas pontes sobre os Córregos Pau D’Alho (km 144,439) e Pouso Alegre (km 144,420), em Jahu, promovida pela coordenação de Meio Ambiente.

As caixas de contenção são dispositivos de concreto instalados em sete pontos próximos a recursos hídricos no trecho recém duplicado da SP-255, em ambos os sentidos da rodovia, e que tem como objetivo conter qualquer produto químico ou perigoso que seja derramado na rodovia em caso de acidente e assim evitar a contaminação dos rios e córregos.

“Treinamento como esses nos permitem colocar em prática todos os procedimentos operacionais planejados para mitigar impactos ambientais e assim ter colaboradores aptos a atuar em uma ocorrência real”, comenta o coordenador de Meio Ambiente, Dyego Bracht.

O acionamento das válvulas para fechamento das caixas ocorre somente em caso de acidentes com produtos perigosos e é realizado pela equipe de Operações da concessionária, já a limpeza do local será realizado pela equipe de conserva. “Esse exercício prepara para que nossas equipes de campo façam o uso adequado do dispositivo e gera eficiência nos atendimentos realizados”, ressalta o coordenador de Operações, Alexandre Ferreira.

 

Duplicação da SP-255

A duplicação da SP-255 iniciou em dezembro de 2020 pelo trecho de Bocaina a Jahu e hoje conta com mais de 50 quilômetros de frentes de obras ativas, além dos 10 primeiros quilômetros já entregues.

No total 275 quilômetros de rodovias administradas pela Arteris ViaPaulista serão duplicados com investimento de R$ 1,4 bilhão. Ao todo, serão 230 quilômetros duplicados na SP-255, 31 quilômetros na SP-318 e 14,25 quilômetros na SP-249. As obras passarão por 19 municípios do interior de São Paulo e tem estimativa de geração de 2 mil vagas de empregos diretos e indiretos.



Mais noticias

Ver todas