Imprensa

Arteris Planalto Sul terá reforço na segurança da rodovia para atender usuários neste fim de ano

23 de dezembro de 2020

A concessionária intensificou as medidas de segurança sanitária e operacional para atender quem precisa viajar. Recomendação das autoridades de saúde é por isolamento social   Rio Negro, 23 de dezembro. Para quem precisa ou escolheu viajar no fim de ano, A Arteris Planalto Sul, concessionária que administra os 412,7 quilômetros da BR-116 entre Curitiba/PR e […]

A concessionária intensificou as medidas de segurança sanitária e operacional para atender quem precisa viajar. Recomendação das autoridades de saúde é por isolamento social

 

Rio Negro, 23 de dezembro. Para quem precisa ou escolheu viajar no fim de ano, A Arteris Planalto Sul, concessionária que administra os 412,7 quilômetros da BR-116 entre Curitiba/PR e Capão Alto/SC, na divisa com o Rio Grande do Sul oferece assistência e atendimento de excelência em suas rodovias, seguindo rígidos protocolos de higiene. A companhia vem contribuindo com a sociedade, adotando as medidas indicadas pelas autoridades no combate à pandemia da Covid-19.

Ao longo do trecho concedido da BR-116 PR/SC, 150 câmeras monitoram o tráfego e nove bases de atendimento dão apoio aos usuários. São 12 guinchos leves e pesados para atendimento e desobstrução de via, cinco inspeções de tráfego, dois caminhões pipa, um caminhão boiadeiro, dois caminhões munck e 11 ambulâncias, sendo duas de suporte avançado (UTI), com cerca de 220 profissionais para agir prontamente em emergências. Viaturas de inspeção de tráfego circulam pelas rodovias 24 horas por dia, sete dias por semana, monitorando as condições da rodovia, sempre equipadas com equipamentos de proteção individual e álcool em gel.

 

Medidas de segurança na pandemia

Desde o início da pandemia, a Arteris Planalto Sul conta com dispensers de álcool em gel 70% em todas as praças de pedágio e nas bases de apoio. Viaturas de inspeção, guinchos e ambulâncias estão devidamente equipadas com álcool em gel e máscaras para assegurar a higienização de todos e garantir socorro mecânico e pré-hospitalar, entre outros. Colaboradores dão todo o suporte àqueles que precisam seguir viagem e transportar insumos essenciais para o país.

A companhia sugere ao usuário que só viaje em caso de necessidade. Se for preciso o deslocamento, o motorista deve programar a viagem, listando as praças de pedágio no trajeto para saber quais serão seus gastos com tarifas e evitar o menor tempo de manuseio com o dinheiro. O site da Arteris Planalto Sul traz todas as informações sobre localizações e valores, assim é possível deixar as cédulas para pagamento separadas em sacos plásticos. Além disso, é importante ter álcool em gel no veículo para constante higienização das mãos, principalmente após passar pela cabine de pedágio.

A Arteris Planalto Sul indica que, sempre que possível, o motorista utilize as cabines de cobrança automática para agilizar o percurso e evitar o contato com o papel-moeda. Vale lembrar que as cabines de pedágio das rodovias da Arteris Planalto Sul não aceitam pagamentos em cartões. 

 

Dicas de segurança

Com alguns cuidados e preparos para a viagem, é possível seguir pelo trajeto sem comprometer a própria segurança e não colocar em risco os demais usuários. A Arteris Planalto Sul dá dicas para um trânsito seguro e uma boa viagem.

 

“O propósito da Arteris Planalto Sul é a preservação da vida, assegurando a fluidez do tráfego para quem precisa viajar. Por isso, capacitamos as equipes, renovamos nossa frota de guinchos e estamos preparados para atender com eficiência quem se desloca por nossas rodovias”, destaca José Júnior, gerente de operações Sul da Arteris.

 

Trechos de maior atenção

Neste período de fim de ano e verão, os motoristas devem redobrar a atenção no trecho entre Curitiba e Fazenda Rio Grande, em Mandirituba entre o km 147 e o km 154, com atenção no acesso a Piên. Já no trecho catarinense pode haver formação de retenção em Mafra, entre o km 3 e o km 5 e também no trevo de acesso a Canoinhas, no km 11. No município de Santa Cecília pode haver filas entre o km 131 e o 133, e ao sul em Lages, na região do km 239 até o km 251.

Por isso, é necessário dirigir com máximo cuidado, respeitando principalmente a distância segura do veículo que trafega à frente – 30 metros com fluxo em movimento.

 

Dias e horários de maior movimento

O planejamento é ação fundamental para evitar transtornos nas viagens – com a realização do roteiro de viagem, locais de possíveis paradas, manutenção preventiva, cálculo do tempo de viagem com uso de aplicativos e consulta à concessionária antes de pegar a estrada – via 0800-642 0116, site www.arteris.com.br/planaltosul e Twitter @Arteris_APS.

Para auxiliar os usuários, a concessionária também apresenta a projeção de dias e horários de maior movimento. A projeção considera o histórico de anos anteriores e atual tendência de tráfego. Veja abaixo:

 

Natal – Dias de pico:

24/1, das 14h às 24h;

25/12, das 10h às 22h;

27/12, das 12h às 24h;

 

Ano-Novo – Dias de pico:

30/12, das 14h às 24h;

31/12, das 8h às 20h;

04/01, das 12h às 24h.

Entre os dias 24/12 e 03/01/2021, a concessionária estima que mais de 465 mil veículos devem passar pelas cinco praças de pedágio, um movimento 8,55% maior se comparado ao mesmo período de 2019.

 

Unidade SOS Usuários

A Arteris Planalto Sul dispõe de nove unidades SOS Usuário ao longo do trecho concedido. Nesses locais, há disponibilidade de banheiros – com espaço adequado para higiene das mãos, fraldários, água e Wi-fi. Tudo gratuito e aberto 24h.



Mais noticias

Ver todas