Imprensa

Arteris Litoral Sul reforça segurança do usuário no fim de ano

22 de dezembro de 2020

Concessionária intensifica medidas de segurança sanitária e operacional para atender quem precisa viajar. Recomendação das autoridades de saúde é por isolamento social

Cerca de 600 profissionais da Arteris Litoral Sul atuam na operação 24h Viagem Segura Arteris. Veja mais fotos em: (link)

 

Joinville, 21 de dezembro. Para quem precisa ou escolheu viajar no fim de ano na região entre as capitais Curitiba e Florianópolis, a Arteris Litoral Sul oferece assistência e atendimento de excelência. A concessionária segue rígidos protocolos de higiene nas rodovias (BR-116-PR/Contorno Leste, BR-376/PR, BR-101/SC) e vem contribuindo com a sociedade, adotando as medidas indicadas pelas autoridades no combate à pandemia da Covid-19.

Ao longo dos 356,6 km administrados 187 câmeras e 14 painéis de mensagem eletrônica integram o sistema inteligente de transporte utilizado pela concessionária para monitoramento e gestão de tráfego. A operação é coordenada pelo Centro de Controle Operacional – que aciona equipe alocadas em 10 bases operacionais estrategicamente posicionadas.

São 20 guinchos para atendimento e desobstrução de via – com veículos adicionais de sobreaviso, 14 ambulâncias e 42 paramédicos para atendimentos de urgência. Viaturas de inspeção de tráfego circulam pelas rodovias 24 horas por dia, sete dias por semana, monitorando as condições das pistas, sempre equipadas com equipamentos de proteção individual e álcool em gel.

“O propósito da Arteris Litoral Sul é a preservação da vida, assegurando a fluidez do tráfego para quem precisa viajar. Por isso, capacitamos as equipes, renovamos nossa frota de guinchos e estamos preparados para atender com eficiência quem se desloca por nossas rodovias”, destaca José Júnior, gerente de operações Sul da Arteris.

Trechos de maior atenção

Neste período de fim de ano e verão, os motoristas precisam redobrar a atenção nas proximidades de acessos de cidades como Curitiba, Joinville, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema e Florianópolis. Nessas regiões, e também nas entradas e saídas das cidades litorâneas, pode haver formação de retenção repentina. Por isso, é necessário dirigir com máximo cuidado, respeitando principalmente a distância segura do veículo que trafega à frente – 30 metros com fluxo em movimento.

Além disso, o trecho na divisa entre Araquari e Barra Velha – na BR-101/SC – também merece atenção especial dos condutores. Neste trecho, a concessionária realiza obra fixa de reforço na ponte sobre o Rio Itapocu (km 80,1) – com desvio de tráfego em ambos os sentidos do km 79 ao km 81 – permanecendo duas faixas para cada sentido, mas com fluxo de uma faixa no sentido norte (Curitiba) desviado para a pista oposta.

Dias e horários de maior movimento

O planejamento é ação fundamental para evitar transtornos nas viagens – com a realização do roteiro de viagem, locais de possíveis paradas, manutenção preventiva, cálculo do tempo de viagem com uso de aplicativos e consulta à concessionária antes de pegar a estrada – via 0800-725-1771, site www.arteris.com.br/litoralsul e twitter @Arteris_ALS.

Para auxiliar os usuários, a concessionária também apresenta a projeção de dias e horários de maior movimento. A projeção considera o histórico de anos anteriores e atual tendência de tráfego. Veja abaixo:

Natal – Dias de pico:
24/1, das 14h às 24h;
25/12, das 10h às 22h;
27/12, das 12h às 24h;

Ano-Novo – Dias de pico:
30/12, das 14h às 24h;
31/12, das 8h às 20h;
04/01, das 12h às 24h.

Unidade SOS Usuários

A Arteris Litoral Sul dispõe de nove unidades SOS Usuário ao longo do trecho concedido. Nesses locais, há disponibilidade de banheiros – com espaço adequado para higiene das mãos, fraldários, água e Wi-fi. Tudo gratuito e aberto 24h.

Tarifa básica: R$ 3,90

Confira no link a localização de praças e unidades SOS Usuários
www.arteris.com.br/litoralsul (mapa)

 

Medidas de segurança na pandemia

Desde o início da pandemia, a Arteris realiza esforços no combate e prevenção da pandemia nas rodovias. Viaturas de inspeção, guinchos e ambulâncias estão devidamente equipadas com álcool em gel e máscaras para assegurar a higienização de todos e garantir socorro mecânico e pré-hospitalar, entre outros. Colaboradores dão todo o suporte àqueles que precisam seguir viagem e transportar insumos essenciais para o País.

A companhia sugere ao usuário que só viaje em caso de necessidade. Se for preciso o deslocamento, o motorista deve programar a viagem, listando as praças de pedágio no trajeto para saber quais serão seus gastos com tarifas e evitar o menor tempo de manuseio com o dinheiro. O site da Arteris traz todas as informações sobre localizações e valores, assim é possível deixar as cédulas para pagamento separadas em sacos plásticos. Além disso, é importante ter álcool em gel no veículo para constante higienização das mãos, principalmente após passar pela cabine de pedágio.

A Arteris indica que, sempre que possível, o motorista utilize as cabines de cobrança automática para agilizar o percurso e evitar o contato com o papel-moeda. Vale lembrar que as cabines de pedágio das rodovias da Arteris não aceitam pagamentos em cartões.

Dicas de segurança
Com alguns cuidados e preparos para a viagem, é possível seguir pelo trajeto sem comprometer a própria segurança e não colocar em risco os demais usuários. A Arteris dá dicas para um trânsito seguro e uma boa viagem.

1. Revisão do veículo
Faça a revisão do veículo! Isso garantirá a segurança sua e dos itens que estiver transportando. Verifique: pastilhas e fluído de freios, sistema elétrico e luzes, pneus, alinhamento e balanceamento, níveis de óleo e água no radiador. Você precisa estar preparado para possíveis emergências na estrada.

2. Planejamento do Trajeto
Se você não está acostumado a fazer determinado percurso, então, estude-o com atenção. Verifique as condições da estrada, tempo de viagem e previsão do tempo. Conheça as áreas de escape da região, faça anotações dos lugares que poderá parar para se alimentar, dormir e abastecer. Deixe separado os valores que espera gastar por dia. Se puder, dê preferência aos sistemas de pagamento automático para pagamento dos pedágios, o que evita o manuseio de papel moeda dando mais segurança para a viagem.

3. Saúde do motorista
Tenha certeza de que está bem para dirigir e, caso precise, tenha outro condutor apto para lhe substituir. Antes de pegar a estrada, cuide da alimentação, considerando alimentos leves e de costume. Mantenha-se sempre hidratado.

4. Bagagem
Todo motorista deve evitar o excesso de peso. Lembre-se de ajustar a calibragem dos pneus no caso de carga extra. O peso máximo permitido deve estar informado no manual do veículo. Pastilhas de freio são muito afetadas por excesso de peso, ainda mais em regiões de serra, o que pode ocasionar em problemas mecânicos e até acidentes.

5. Direção Segura e respeito às leis de trânsito
Respeite os limites de velocidade e a distância entre os carros para evitar acidentes. As leis de trânsito são fundamentais para uma direção segura e um trânsito mais humano. Lembre-se de que a distância maior entre o veículo da frente, permite você frear sem correr o risco de colisão. Dirija com atenção.

6. Descanse
Não dirija se estiver cansado ou em períodos em que não se sentir confortável. Por isso, não passe longas horas ao volante: faça pausas para alongar os braços e as pernas, evite consumir muito café ou medicamentos para manter-se acordado. Paradas curtas de duas em duas horas para esticar as pernas são importantes para fazer o sangue circular, espantando o sono, assim como paradas mais longas são necessárias em caso de muito cansaço.



Mais noticias

Ver todas