Imprensa

Arteris Fluminense terá operação especial para o feriado prolongado de 12 de outubro na BR-101 RJ/Norte

7 de outubro de 2021

Para garantir conforto e segurança, a Arteris Fluminense vai disponibilizará aos usuários recursos operacionais extras, além das 115 câmeras de monitoramento, 7 bases de apoio, guinchos e ambulâncias

As equipes da Arteris Fluminense estão preparadas para o aumento da demanda no feriado de prolongado de 12 de outubro. Cerca de 110 profissionais se revezarão no atendimento médico, socorro mecânico e no Centro de Controle Operacional, unidade responsável pelo monitoramento da rodovia e acionamento dos recursos.  Além da central de atendimento pelo 0800 282 0101, as informações em tempo real da rodovia podem ser acompanhadas pelo perfil da concessionária no Twitter @Arteris_AFL.

Previsão de Tráfego 

Durante o período é esperada a passagem de mais de 405 mil veículos, ao longo do trecho concedido, entre Niterói e a divisa RJ/ES, em Campos dos Goytacazes. O aumento no fluxo deve ocorrer a partir das 16h do dia 8 de outubro, quando a rodovia deverá receber 94 mil veículos, com maior concentração no segmento de 60 quilômetros entre as cidades de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Rio Bonito. No sábado (9), a previsão de tráfego é de 87 mil veículos, com movimentação intensa nas primeiras horas da manhã.

Programe sua viagem 

O trecho da BR-101/RJ administrado pela Arteris Fluminense promove uma ligação rodoviária segura para importantes polos turísticos do leste fluminense, como as regiões dos lagos e serrana, o litoral do norte fluminense, as praias do sul capixaba e, também, o acesso direto às cidades de Niterói e Rio de Janeiro.

Para uma viagem mais tranquila, a concessionária orienta que os usuários façam a revisão prévia do seu veículo. É importante que o motorista se planeje, informe-se sobre as distâncias que irá percorrer, as possíveis condições de tempo, pontos de parada e a existência de postos de serviços ao longo de todo o caminho.

A Arteris disponibiliza sete bases SOS Usuários ao longo do trecho concedido, com local adequado para pausa na viagem, banheiros, fraldários e água. Priorize pegar a rodovia nos primeiros horários do dia, utilize sempre o cinto de segurança em todos os bancos, além da cadeirinha infantil para o transporte de crianças. É importante também respeitar os limites de velocidade e faça paradas a cada duas horas para um pequeno descanso.

Ao viajar, lembre-se das dicas de prevenção ao Coronavírus: vacine-se, utilize máscara, cumpra o distanciamento social e higienize as mãos com frequência.

Todos os colaboradores estão devidamente protegidos com máscaras e as viaturas da Arteris possuem álcool em gel em seu interior para garantir o cumprimento das medidas sanitárias e evitar o contágio.

Pedágio 

Cinco praças de pedágio estão em funcionamento na rodovia. A tarifa básica para automóveis é de R$ 6,00. Motos pagam R$ 3,00. Veículos comerciais pagam conforme o número de eixos. A Arteris Fluminense também disponibiliza os sistemas Conectar, Taggy, Sem Parar e Veloe para agilizar a passagem dos usuários nas praças de pedágio.

Sobre a Arteris Fluminense – Concessionária responsável pela gestão dos 322 quilômetros da rodovia BR-101/RJ, conectando pessoas e dinamizando o transporte de cargas entre a Ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói (RJ), e a divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Desde o início da concessão, em 2008, a Arteris Fluminense investiu mais de R$ 3,3 bilhões em obras que proporcionaram mais segurança aos motoristas e desenvolvimento regional. A concessionária preza pela qualidade na prestação de serviços e possui uma grande infraestrutura à disposição de quem trafega pela rodovia, composta por 107 câmeras de monitoramento, 7 bases operacionais, 10 guinchos leves, 3 guinchos pesados, 2 caminhões pipas, 7 viaturas de inspeção, 1 motocicleta, 11 veículos de resgate, sendo 4 com estrutura de UTI móvel, entre outros. É uma das concessionárias da Arteris, empresa especializada em gestão de rodovias, com 3.200 quilômetros de vias em cinco Estados. 



Mais noticias

Ver todas