Imprensa

Arteris Fluminense reuniu especialistas e autoridades para exercício simulado de atendimento envolvendo produto perigoso na BR-101

25 de novembro de 2021

Ação realizada em Campos dos Goytacazes teve como objetivo integrar as equipes para atuarem neste tipo de atendimento

Niterói, 25 de novembro – A Arteris Fluminense realizou nesta quarta-feira (24) um simulado de atendimento a acidente envolvendo produto perigoso às margens do km 45,5 da BR-101 RJ/Norte, em Travessão, Campos dos Goytacazes. O objetivo da ação foi reunir especialistas, integrar e capacitar as equipes para tomadas de decisões assertivas, mitigando os impactos ao meio ambiente, garantindo a segurança dos usuários, integridade física dos profissionais e no restabelecimento da fluidez do tráfego de forma ordenada e segura.

O cenário da simulação envolveu uma colisão frontal entre dois veículos com posterior saída da pista. Um deles foi uma carreta tanque compartimentada transportando 30.000 litros de óleo diesel, gasolina e etanol. Houve rompimento parcial do tanque o vazamento de um dos produtos às margens da rodovia. O exercício simulado também contou com a simulação de um atendimento às vítimas do automóvel e a contenção do produto no curso hídrico próximo. Não houve interdição da rodovia durante o exercício.

O simulado contou com a participação das equipes da Arteris Fluminense, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros (CBMERJ), Instituto Estadual do Ambiente (INEA), Defesa Civil de Campos dos Goytacazes, Sest/Senat de Campos dos Goytacazes, São Francisco Resgate, Transportadora FS, Grupo de Soluções Ambientais Ambipar.

Na terça-feira (23), véspera do simulado a Arteris Fluminense organizou um Workshop sobre atendimento a ocorrência envolvendo produto perigoso no Sest/Senat, em Campos dos Goytacazes, com todos os parceiros envolvidos.

“O traçado da BR-101 RJ/Norte atravessa unidades de conservação, como a Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio São João, margeia a Reserva Biológica Poço das Antas, em Silva Jardim, e a reserva Biológica União, em Casimiro de Abreu. Isso exige da Arteris Fluminense a capacitação contínua de seus colaboradores para os mais diversos acionamentos na rodovia, passando pela a integração das áreas de operações e meio ambiente na execução precisa do Plano de Ação de Emergência (PAE) e até a complexa operação de atendimento a acidentes com cargas perigosas que trafegam diariamente em nossa rodovia. Cada tomada de decisão foi analisada pelas autoridades, profissionais da Arteris Fluminense, das equipes técnicas envolvidas, discutindo a eficácia dos procedimentos adotados e, principalmente, garantindo a segurança de todos os envolvidos nos eventos reais”, concluiu Alisson Freire, Diretor de Operações da Arteris Fluminense.

 Sobre a Arteris Fluminense

Concessionária responsável por 322 quilômetros da rodovia BR-101/RJ, trecho entre a Ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói (RJ), e a divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. A Arteris Fluminense tem sede na cidade Niterói (RJ), local para onde deverão ser encaminhadas todas as comunicações legais, em razão de constituir-se pessoa jurídica distinta de Arteris S.A. (sua controladora societária).



Mais noticias

Ver todas