Imprensa

Contrato de concessão da Arteris Litoral Sul completa 12 anos

14 de fevereiro de 2020

Concessionária já investiu mais de R$ 3 bilhões desde 2008 – com ampliação das condições de infraestrutura nas rodovias BR-116/Contorno Leste, BR-376/PR e BR-101/SC

Trecho administrado pela concessionária na altura do km 143 da BR-101, em Itapema-SC

Joinville, 14 de fevereiro. Esta sexta-feira, 14 de fevereiro, é uma data importante para a Arteris Litoral Sul – pois hoje se celebra a marca de 12 anos da assinatura do contrato de concessão sob regulação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – em 14 de fevereiro de 2008, com vigência de 25 anos. Desde então, a concessionária é responsável pela administração deste importante corredor do Mercosul – com ligação entre as capitais Curitiba e Florianópolis por meio das rodovias BR-116/Contorno Leste, BR-376/PR e BR-101/SC – totalizando 356,6 quilômetros.

Um dos principais objetivos do contrato era justamente garantir a realização de melhorias das condições de infraestrutura do trecho administrado – e neste sentido a Arteris Litoral Sul já viabilizou cerca de R$ 3,3 bilhões (valor até junho/2019) em investimentos que providenciaram a realização de diversas obras – transformando esta rota com melhoria para mobilidade e segurança viária na região.

Destacam-se neste contexto a construção de 86 quilômetros de vias laterais, 35 passarelas, 41,9 km de terceiras faixas, 15 trevos e quatro pontes. Além disso, a concessionária também implantou 200 km de iluminação, reformou outras 35 pontes e implantou duas Áreas de Escape – a mais recente inaugurada em novembro de 2019, que já salvou 57 vidas.

Entre os indicadores que demonstram a importância da execução destes investimentos está o que monitora as fatalidades por acidentes nas rodovias. No trecho administrado pela concessionária, este percentual reduziu em 23% entre 2010 e 2019. Redução que reflete também o esforço em campanhas e operações de segurança, como no apoio à Blitz da Lei Seca, Operação Serra Segura, Rodo Seguro, Viva Motociclista e diversas outras ações – com destaque para o Grupo Estratégico para Redução de Acidentes (Gerar) – que trabalha constantemente no monitoramento das rodovias, sempre com foco na proposição de ações para ampliação da segurança.

“É motivo de orgulho para todos nós olharmos para este período e ver tantos investimentos consolidados, que hoje estão à serviço da sociedade. Quando chegamos aqui em 2008 enfrentamos logo no início uma dificuldade relacionada a emergência por conta das chuvas. Trabalhamos muito para recuperar taludes, estabilizar, e logo em seguida começamos a viabilizar o planejamento que resultou em mais de R$ 3 bilhões em obras concluídas. Este histórico nos dá a certeza de que estamos preparados para seguir nesta trajetória de realização – como no empreendimento do Contorno, que é a nossa principal motivação na concessão. A cada dia de trabalho naquele imenso canteiro de obras temos a clareza de que já alcançamos um dos principais objetivos da companhia: fazemos sim, de forma positiva, parte da história do país como agentes que impulsionam o desenvolvimento do Brasil por meio do investimento em infraestrutura”, avalia Cesar Sass, diretor de operações Sul Arteris.

Operações

Além dos benefícios na melhoria de infraestrutura, a concessão da Arteris Litoral Sul está muito próxima dos usuários por meio do atendimento diário nas rodovias. A concessionária dispõe de uma estrutura operacional com nove unidades SOS Usuários, mais de 50 veículos de serviço, 187 câmeras de monitoramento e 14 painéis de mensagens eletrônicos.

Toda esta estrutura está interligada ao sistema inteligente de transporte coordenado pelo Centro de Controle Operacional em Joinville-SC. Um estrutura que garante o atendimento e segurança 24h com rápido tempo de resposta em qualquer acionamento nas rodovias.

Estrutura que garante, por exemplo, a realização de mais de 500 atendimentos por dia durante a temporada de verão – período em que cerca de 600 colaboradores se revezam para suporte ao movimento, que nos feriados chega a ser duas vezes maior que o normal – nesta que é uma das principais rotas turísticas do Brasil.

Nestes doze anos já são 2,4 milhões de atendimentos com alguns muito especiais – como os 34 partos já realizados com auxílio de nossas equipes nas rodovias concedidas. São os “filhos” da concessão!

A equipe de operações da concessionária já realizou mais de 2 milhões de atendimentos nos 12 anos de concessão

Benefícios que vão além da estrada

Os valores da Arteris fazem com que a atuação da concessionária contribua também para o desenvolvimento das comunidades na região de atuação. Isso acontece por meio de iniciativas como, por exemplo, o Projeto Escola Arteris – projeto com atuação nacional reconhecida, que promove a educação no trânsito junto a cerca de 20 mil alunos na região de atuação da Litoral Sul.

Também nesta linha de atuação vale ressaltar uma campanha que nasceu aqui: o Lacre Amigo Arteris – que já viabilizou a doação de mais de 200 cadeiras de rodas e que “pulsa” diariamente por meio dos parceiros e voluntários – empenhados no hábito de ajudar, juntando lacres de latinhas e auxiliando pessoas que precisam de cadeiras de rodas.

A Arteris Litoral Sul está aqui para isso – para fazer parte da história com investimentos para melhoria da infraestrutura, da educação do trânsito, da vida das pessoas e para ressaltar valores que também já fazem parte da história desta gente – por meio de patrocínios como para Escola Bolshoi Joinville – uma instituição que torna realidade o sonho de jovens de todo o país por meio da arte da dança.

A atuação de uma concessionária de rodovias na região auxilia também na receita dos municípios, por meio do repasse do tributo ISS (Imposto sobre Serviço) – que desde 2008 até setembro de 2019 já destinou aos municípios R$ 186 milhões.

Projeto Lacre Amigo já viabilizou a doação de mais de 200 cadeiras de rodas para instituições da região de atuação

O que estamos fazendo:

Contorno de Florianópolis

Entre as principais iniciativas que a concessionária coordena atualmente está a construção do Contorno Rodoviário de Florianópolis – uma nova rodovia com 50 km de extensão –  e que é hoje uma das maiores obras de infraestrutura rodoviária em andamento no Brasil.

Um empreendimento que demandou da concessionária muito esforço e empenho para definição do traçado de consenso, obtenção do licenciamento, e viabilização dos trabalhos no canteiro de obras – com 34 km de extensão atualmente.

Uma obra de grande porte, com números que impressionam. Atualmente, são cerca de 1.200 trabalhadores em atividade, com 250 equipamentos pesados, e uma relevante logística para garantir o avanço da obra, que já recebeu mais de R$ 1 bilhão em investimentos por parte da Arteris.

A concessionária tem a expectativa de iniciar neste ano o trabalho em uma das etapas de maior complexidade do Contorno: que é a construção dos quatro túneis duplos, etapa fundamental para que este tão sonhado empreendimento possa contribuir em breve para a mobilidade e competitividade da região Sul do país.

Trecho da obra do Contorno de Florianópolis, que hoje é uma dos maiores empreendimentos de infraestrutura em andamento no Brasil

Demais obras ao longo do trecho e novos investimentos

Neste ano de 2020 a concessionária prossegue também com a obra de construção da nova ponte sobre o Rio Camboriú – na marginal norte da rodovia BR-101, que tem prazo de conclusão ainda para este ano. Além disso, também estão previstas a sequência de obras para reforma de sete pontes no trecho concedido.

No âmbito de novos investimentos, a empresa já desenvolveu uma série de propostas de novas obras, em conjunto com o Grupo Paritário de Trabalho (GPT), com objetivo de atender as atuais demandas de mobilidade das regiões de atuação. Entre as principais propostas está a integração das vias marginais na região entre Penha e Itapema, de maneira que o trânsito local possa fluir exclusivamente pelas ruas laterais – retirando a sobrecarga das vias principais, destinadas por conceito para viagens de longa distância. Além disso, outras duas obras relevantes que seguem em avaliação são a construção da terceira faixa norte na Grande Florianópolis e a nova ponte sobre o Rio Camboriú – na marginal sul.

O pacote com propostas de novas obras segue em avaliação conjunta entre concessionária e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – com foco principal na análise de viabilização orçamentária. Esta análise é imprescindível, pois estas obras não estão previstas no contrato original e a execução depende de reequilíbrio econômico financeiro.

 



Mais noticias

Ver todas