Imprensa

Arteris promove Prêmio Cátedra Abertis

12 de setembro de 2019

Na última quarta-feira (11), a Arteris, em conjunto com a Fundação Abertis e com a Escola Politécnica da Universidade São Paulo, promoveu a 4ª premiação da Cátedra Abertis no Brasil. Criada em 2003 pela Abertis e com incentivo da Fundação Abertis, a iniciativa consiste em organizar diferentes Cátedras em colaboração com universidades de renome e […]

Na última quarta-feira (11), a Arteris, em conjunto com a Fundação Abertis e com a Escola Politécnica da Universidade São Paulo, promoveu a 4ª premiação da Cátedra Abertis no Brasil.

Criada em 2003 pela Abertis e com incentivo da Fundação Abertis, a iniciativa consiste em organizar diferentes Cátedras em colaboração com universidades de renome e instituições acadêmicas nacionais e internacionais, com o objetivo de estimular trabalhos acadêmicos no campo dos Transportes e da Segurança Viária.

Para a participar do prêmio, anualmente acadêmicos de universidades públicas ou privadas, que possuam programa de pós-graduação, mestrado ou doutorado, podem se inscrever por um site que a Escola Politécnica disponibiliza. Assim que recebem os trabalhos inscritos, a Cátedra faz uma triagem dos materiais do ponto de vista científico e tecnológico por intermédio de um comitê interno de catedráticos, passando por fim, pelo comitê Arteris.

Durante a cerimônia de premiação, o presidente da Arteris, Andre Dorf, destacou a importância de parcerias como essa para o desenvolvimento do setor de infraestrutura e do país como um todo. De acordo com ele, a integração do setor privado com o ambiente acadêmico para o desenvolvimento social e econômico é fundamental para superarmos os desafios na área de infraestrutura, principalmente no âmbito de segurança e mobilidade.

Confira os trabalhos premiados:

Melhor tese de doutorado
Cauê Sater – Modelos e métodos para estudos de configuração de redes logísticas

Melhor dissertação de mestrado
Pedro Dias Geaquinto – Efeitos relacionais no planejamento integrado de transportes
Verônica Ghisolfi – Dinâmica de sistemas para avaliação de impactos do excesso de peso no transporte rodoviário de cargas

Melhor Tese ou Dissertação em Segurança de Transportes
Monique Martins Gomes – Modelos espaciais na previsão de acidentes: uma avaliação dos impactos da informação sobre performance de modelo e a adequação de diferentes abordagens de modelagem espacial

A cerimônia de premiação contou ainda com a apresentação de outra instituição de ensino apoiada pela Arteris. Educando por meio da música, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro, fortalecendo a formação de crianças, adolescentes e jovens como indivíduos integrados positivamente em sociedade e que utilizam a cultura musical para difundir sua diversidade.

Encerrando a premiação, a professora da USP, Cira Pitombo, ministrou a palestra “A utilidade dos modelos matemáticos: uma breve análise voltada para a segurança viária”.



Mais noticias

Ver todas