0800 001 1255
Ouvidoria

Sobre a concessão

A ViaPaulista administra, desde 2017, 285 quilômetros de rodovias do lote Rodovias dos Calçados. Ligando Araraquara às cidades de Jaú, Avaré, Botucatu e Itaporanga, na divisa com o Paraná, a ViaPaulista permite o escoamento de uma produção agrícola e industrial diversa de 19 municípios. O contrato de concessão da empresa prevê investimentos de R$ 5 bilhões em obras e recursos operacionais durante os 30 anos de vigência.

O Trecho Administrado

As rodovias da ViaPaulista são:

  • SP-255 (Antônio Machado Sant’Anna, de Ribeirão Preto a Araraquara; Comandante João Ribeiro de Barros, de Araraquara a Jaú; Otávio Pacheco de Almeida Prado, de Jaú a Barra Bonita; Dep. João Lázaro de Almeida Prado, de Igaraçu do Tietê a São Manuel; João Mellão, de São Manuel a Botucatu; Eduardo Saigh, de Itaí a Taquarituba; e Jurandir Siciliano, de Coronel Macedo a Itaporanga)

  • SP-281 (Paulo Coluço, trecho de Riversul)

Operação da Rodovia

A ViaPaulista conta com uma estrutura completa para prestar atendimento aos usuários que trafegam pelo seu trecho. Os usuários têm à disposição, nas rodovias, serviços de atendimento médico pré-hospitalar de urgência, atendimento a veículos com problemas mecânicos, resgate de animais na pista, viaturas para combate a incêndio (caminhões-pipa), viaturas de inspeção de tráfego e telefone 0800 para solicitar atendimento, tudo operando 24 horas.

Tabela de
Tarifas
Restrição
de Cargas
Entenda Nossas Tarifas

Investimentos e obras

O contrato de concessão da ViaPaulista prevê investimentos de R$ 5 bilhões em obras e recursos operacionais durante os 30 anos de vigência, dos quais R$ 3,25 bilhões serão efetivados já nos primeiros 10 anos. Do total, R$ 1 bilhão é destinado às obras principais de ampliação da malha rodoviária, R$ 2,4 bilhões referentes à restauração e conservação, além de implantação de equipamentos e sistemas, bem como outras melhorias nas pistas. No primeiro ano de contrato, estão previstos investimentos de mais de R$ 443 milhões no trecho. Desses, R$ 147 milhões integram o Programa Intensivo Inicial (PII), que são obras emergenciais no pavimento, sinalização e área de domínio da estrada para que o trecho seja adequado aos parâmetros do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. Também estão contemplados serviços de tapa-buracos em todo o lote e de remoção de arbustos e árvores da área de domínio que comprometam a segurança viária ou o sistema de drenagem.

ISS para os munícipios lindeiros

Todos os municípios cortados pelos 285 quilômetros do sistema ViaPaulista têm direito a receber o repasse do ISS (Imposto Sobre Serviços). Com esse benefício, as cidades têm suas receitas ampliadas. Os recursos do ISS podem ser utilizados pelas Prefeituras da forma como quiserem, em áreas sociais, de infraestrutura e outras, sem qualquer ingerência da concessionária. O valor é calculado sobre a alíquota de 5% sobre a receita de arrecadação da praça de pedágio ao longo da rodovia, proporcional à distância ocupada no município.

Notícias e releases

Ver todas