0800 7090 116
0800 717 1000
Ouvidoria

Régis Bittencourt nas Redes

3 horas atrás
Bom dia!
Em ambos os sentidos (São Paulo/Curitiba) da Régis Bittencourt, o tráfego segue sem congestionamento.
O tempo é bom em todo o trecho de concessão.
Boa viagem!
4 horas atrás
Bom dia!
O fluxo de veículos é normal em ambos os sentidos da rodovia.
Use cinto de segurança e faça boa viagem!
7 horas atrás
Bom dia!
O tráfego permanece normal em ambos os sentidos da Rodovia .(São Paulo e Curitiba)
Boa viagem.
9 horas atrás
Bom dia!
O tráfego segue sem pontos de lentidão em toda rodovia.
Use cinto de segurança e boa viagem.
10 horas atrás
Bom dia!
Em ambos os sentidos (São Paulo/Curitiba) da Régis Bittencourt, o tráfego segue sem congestionamento.
Boa viagem!
11 horas atrás
Em ambos os sentidos (São Paulo/Curitiba) da Régis Bittencourt, o tráfego segue sem congestionamento. Boa viagem!

Sobre a concessão

Desde 2008, a Régis Bittencourt é a responsável pelos 402,6 quilômetros da rodovia Régis Bittencourt (BR-116), que liga as cidades de São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Cerca de 22 mil veículos trafegam diariamente pela rodovia, que engloba 17 municípios em sua malha viária. O contrato prevê investimentos de R$ 6,3 bilhões durante sua vigência de 25 anos.

O Trecho Administrado

A Régis Bittencourt liga São Paulo a Curitiba e corta as seguintes cidades de Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço, Juquitiba, Miracatu, Juquiá, Registro, Pariquera-açu, Jacupiranga, Cajati e Barra do Turvo, no Estado de São Paulo; e Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Antonina, Colombo e Curitiba, no Estado do Paraná. Desde dezembro de 2017, a Régis Bittencourt é uma rodovia totalmente em pista dupla, com o término da duplicação da Serra do Cafezal. A Régis Bittencourt tem um papel importante na rede rodoviária brasileira, pois faz parte do principal corredor rodoviário de interligação dos mais importantes polos econômicos das regiões Sudeste e Sul do Brasil e destas com os principais países do MERCOSUL.

Em termos de movimentação de cargas e passageiros, os volumes de tráfego são mais altos nas proximidades das grandes cidades, apresentando perto de São Paulo, tráfego médio diário superior a 25 mil veículos. O tráfego atual é composto por um expressivo volume de ônibus e caminhões, que representam cerca de 60% do movimento total da rodovia.

Operação da Rodovia

Os usuários que passam diariamente pela rodovia Régis Bittencourt têm à disposição os serviços de atendimento ao usuário: socorro médico, atendimento a veículos com problemas mecânicos, resgate de animais na pista, veículos para combate a incêndio, inspeção de tráfego constante e telefone 0800 para solicitar atendimento: tudo operando 24 horas.

É uma frota de 14 ambulâncias, uma Viatura de Intervenção Rápida (VIR), 17 guinchos, seis caminhões pipa para combate a incêndios, 11 viaturas e duas motocicletas para inspeção de tráfego. A operação também conta com apoio de um caminhão multiuso e três mini-pás-carregadeiras para limpeza da pista. 

Para solicitar atendimento, tirar dúvidas sobre a concessão da rodovia ou fazer reclamações e sugestões para a concessionária, os usuários da Régis Bittencourt podem ligar para 0800 7090 116. O telefone gratuito 0800 717 1000 está disponível para o atendimento aos usuários com deficiência auditiva e da fala.

ISS para os municípios lindeiros

Todos os municípios cortados pelos 402,6 quilômetros da Régis Bittencourt têm direito a receber o repasse do ISS e, com ele, terão suas receitas ampliadas, podendo reverter em investimentos em áreas sociais e de infraestrutura. No período dos 25 anos de concessão, a previsão da concessionária é repassar cerca de R$ 324 milhões às prefeituras (valor calculado com base na moeda de 2010). Ele é recolhido mensalmente a partir da soma de toda a arrecadação do pedágio e das obras realizadas na BR-116 de São Paulo a Curitiba. O valor é calculado sobre a alíquota de até 5% (variável de 2 a 5% nos municípios) sobre a receita de arrecadação das praças de pedágios ao longo da rodovia, proporcional a distância da rodovia no município.

Praças de Pedágio

Em São Paulo:

São Lourenço da Serra – km 299

Miracatu – km 370

Juquiá – km 426

Cajati – km 485

Barra do Turvo – km 542


No Paraná:

Campina Grande do Sul – km 57

Bases Operacionais


Em São Paulo:

Km 287 – Itapecerica da Serra – sentido Curitiba

Km 299 – São Lourenço da Serra – sentido Curitiba

Km 343 – Miracatu – sentido São Paulo

Km 357 – Miracatu – sentido Curitiba

Km 370 – Miracatu – sentido São Paulo

Km 426 – Juquiá – sentido Curitiba

Km 485 – Cajati – sentido São Paulo

Km 542 – Barra do Turvo – sentido Curitiba


No Paraná:

Km 31 – Campina Grande do Sul – sentido São Paulo

Km 57 – Campina Grande do Sul – sentido Curitiba

Km 70 – Quatro Barras – sentido Curitiba

Tabela de
Tarifas
Restrição
de Cargas
Entenda
Nossas Tarifas
Cartilhas
Viajar

Investimentos e obras

De acordo com o contrato assinado em 14 de fevereiro de 2008, os seis primeiros meses foram dedicados aos chamados trabalhos iniciais, que incluíram melhoria da pavimentação das pistas, sinalização vertical (placas, indicadores, etc.), sinalização horizontal (pintura de faixas de rolamento), iluminação e dispositivos de segurança, entre outros. Após os seis meses de trabalhos iniciais, começou a fase de obras e implantações previstas no contrato. Veja abaixo as obras realizadas e em execução:

Duplicação de 30,5 km de pista na Serra do Cafezal.

Implantação de 56 novas passarelas.

Mais de 180 pontes e viadutos receberam melhorias.

Mais de 804 quilômetros de pavimento recuperado.

Recuperação de sinalização horizontal.

Barreiras de concreto.

Melhoria de acessos.

Construção de 21 trevos em desnível com alças concluídos.

Reforma de 8 postos da Polícia Rodoviária Federal.

Reforma de 2 postos de pesagem com balança fixa.

Notícias e releases

Ver todas